terça-feira, 26 de março de 2013

Assim vai a Europa! - "Póquer da imigração"


Convencido, tal como o seu adversário trabalhista Ed Milliband (ao centro) e o seu parceiro liberal democrata Nick Clegg (à direita), de que o reforço do discurso sobre a imigração irá desempenhar um papel preponderante na próxima campanha eleitoral, o primeiro-ministro David Cameron (à esquerda) anunciou a 25 de março que iria restringir o acesso aos direitos sociais dos imigrantes, incluindo os provenientes dos outros países da União Europeia.

Assim sendo, os subsídios de desemprego dos cidadãos da UE que não conseguirem arranjar emprego num prazo de seis meses serão suspensos. O mesmo se aplica ao serviço de saúde público gratuito que deixará de ser garantido para aqueles que não pagam impostos no Reino Unido. As habitações sociais passarão a ser atribuídas às pessoas que residem há pelo menos dois anos no Reino Unido e que “possam provar que darão algo em troca”.


Daqui.
Enviar um comentário