quinta-feira, 11 de abril de 2013

"O dia em que a classe média vai sublevar-se"


Os nossos dirigentes não percebem que estão sentados em cima de um barril de pólvora, adverte o filósofo polaco Marcin Król. Porque a classe média, à qual é negada qualquer perspetiva de promoção social, poderá vir a encarar a revolução como último recurso para se fazer ouvir.

Na íntegra aqui
Enviar um comentário