domingo, 23 de agosto de 2015

Os muros da vergonha (1) - Cisjordânia


A 13 de agosto de 1961 foi construído o Muro de Berlim. Até à sua queda, em 1989, o chamado mundo democrático criticou a sua existência e lutou pela sua destruição. A data, 09/11/1989, continua todos os anos a ser celebrada. Na minha opinião, muito bem.

Infelizmente, a vida tem muitas contradições. Muitos dos países que durante 28 anos participaram nesta luta são os mesmos que silenciam hoje a existência de outros muros. Muros da vergonha que impedem a felicidade de muitos, a fuga de outros da miséria, da fome e da guerra.

E até há quem queira construir outros.

Vamos falar deles!

Cisjordânia

O Muro da Cisjordânia — ou “Muro da Vergonha”, como é chamado pelos críticos da ocupação israelita — começou a ser construído em 2002, período da Segunda Intifada, e separa Israel do território palestiniano da Cisjordânia. Na época, foi dito que o intuito era impedir a entrada de palestinianos para prevenir atos de terrorismo. Na verdade, o muro é uma ferramenta utilizada por Israel para, além de interditar as negociações de paz estabelece unilateralmente novas fronteiras,

Enviar um comentário