quarta-feira, 11 de março de 2015

"The unexpected math behind Van Gogh's "Starry Night""



O físico Werner Heisenberg uma vez disse, “Quando eu encontrar Deus, vou fazer-lhe duas perguntas: ‘Por que a relatividade?’ e ‘Por que a turbulência?’. Acredito que ele terá uma resposta para a primeira”.

Com essa frase o alemão não estava desafiando Deus, mas mostrando como é matematicamente complexo entender a turbulência.

Assim entra Vincent van Gogh nessa história.



Enviar um comentário